terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Lapidar, aprender, amadurecer.



Arrogância, palavra um tanto assustadora, com certeza negativa, antagonista da palavra humildade, obviamente positiva. Feliz ou infelizmente numa certa altura da vida agimos, na melhor das hipóteses, momentâneamente, com alguma arrogância. Digo feliz ou infelizmente pois para se vivenciar melhor o lado positivo muitas vezes faz-se necessário ter conhecido o negativo e assim vamos nos lapidando como ser humano melhor. Não sou nenhuma autoridade no assunto, portanto não estou autorizada a afirmar, mas tenho a impressão que "arrogância" que os dicionários definem como soberba, atrevimento e orgulho, tem uma relação direta com "imaturidade".
Quando somos jovens ou não tão jovens mas imaturos muitas vezes agimos com uma certa arrogância e impulsividade que só com o amadurecimento através da aprendizagem
conseguimos perceber o quanto já fomos arrogantes na vida e do tanto que pensávamos que sabíamos da vida sem nada saber.
Querer mostrar conhecimentos, não saber apreciar o que o outro tem a nos ensinar, o querer falar mais do que ouvir, o querer ter sempre razão numa discussão penso que estão relacionados com a imaturidade. Se fizermos uma reflexão assumiremos que muitas vezes já agimos assim um dia.
Saber ouvir o outro e mesmo não concordando com a opinião do outro saber respeitar, ouvir calado e manifestar-se apenas quando se é perguntado é uma atitude muitas vezes difícil, se não impossível.
Sempre fui muito falante, também gosto muito de ouvir o outro, mas muitas vezes sem perceber já estava dando a minha opinião sem ter sido perguntada. A ansiedade de me tornar compreendida muitas vezes me transforma em mal educada. Faz parte da minha meta deste ano me lapidar melhor, ser mais ouvinte do que falante. Tentar ser mais madura pois em termos etários já não era sem tempo!

3 comentários:

  1. amei,já fui mto arrogante, hoje devido a diversas lapidações, aprendi mto, depois que aprendi ainda pra finalizar a lição da vida, fui vitima de arrogancia de outros, senti na pele. mas agradeço mto a Deus por me ajudar a me desenvolver.

    ResponderExcluir
  2. Depois de muito viver compreendi que viver = aprender. Mas aprendi tambem que existem aqueles que vivem sem aprender.
    Quando conseguimos nos lapidar somos
    privilegiados, mesmo sofrendo temos o grande prazer de aprender onde falhamos, para amadurecermos! E podemos dizer que vivemos!
    Parabens pela sua caminhada!
    Que Deus seja a sua eterna companhia!

    ResponderExcluir